Clientes

Diogo BahiaDiogo Bahia

Diogo Viana, conhecido como Diogo Bahia, por ser natural daquele Estado, é um dos destaques do Sete de Setembro, clube de Dourados/MS, que tem apresentado um crescimento bastante rápido. Em 2017, além do Estadual, disputa Copa do Brasil, Copa Verde e Brasileiro da Série D.

O sonho de se tornar jogador de futebol o tirou muito cedo da Bahia. Com apenas 13 anos deixou Salvador para, no Rio de Janeiro, tentar seguir os passos do pai. Diogo é filho do seu José Matto Grosso, ex-jogador de futebol, que ficou conhecido como “Guri” por atuar entre os profissionais com apenas 16 anos. O pai não chegou a vestir a camisa de um grande clube como o filho, mas no Estado do Sergipe teve o privilégio de fazer dupla de ataque com Nunes, atacante que foi ídolo e campeão do mundo pelo Flamengo. Hoje, com 68 anos, não é mais “Guri”, mas segue no futebol. Seu Zé tem um projeto social em Salvador, que ajuda a descobrir talentos para o resto do Brasil e, inclusive, já cedeu jovens jogadores para a Dupla Ba-Vi e até mesmo para o Santos.

Pai e filho se falam todos os domingos por telefone. E as orientações paternas são de suma importância para a carreira de Diogo Bahia.

“Se hoje sou um profissional focado e que me cuido dentro e fora do campo, é graças a ele”, conta.

Bahia acabou se afastando de seu estado natal para seguir o sonho de se tornar um jogador bem sucedido. E isso o faz enfrentar a saudade.

“É muito difícil ficar longe deles. Faz um ano que não vou à Bahia. Mas minha noiva e meu filho têm sido muito importantes para suprir esta carência familiar”, revela o lateral.

CARREIRA

A carreira de Diogo Bahia teve início no Fluminense, no qual foi companheiro dos gêmeos Rafael e Fábio Pereira da Silva, que hoje atuam no futebol inglês, no Manchester United e no Cardiff City, respectivamente. Rafael e Fábio chegaram a receber oportunidades na Seleção Brasileira de Mano Menezes. Diogo disputava posição com Rafael, já que ambos são lateral direito.

A profissionalização de Diogo Bahia veio em 2009, ao defender as cores do Piauí Esporte Clube. Primeiro disputou a Copa São Paulo, depois, como gente grande, enfrentou o campeonato estadual com apenas 18 anos. No ano seguinte se mudou para o Rio Grande do Sul, onde teve passagem pelos Juniores do Internacional. No colorado foi companheiro de Fred, que atua no Shakhtar Donetsk, e de Eduardo Sasha, que ainda permanece no Inter. Depois, Bahia passou por Pelotas, Aimoré e Misto. Depois, passagens por clubes do Rio Grande do Sul como Canoas, Nova Prata e Marau.

Em 2016, Diogo Bahia atuou pelo Luverdense, que disputou a Série B do Campeonato Brasileiro, fazendo boa campanha. Ainda no mesmo ano atuou no KS Shkumbini, da Albânia. Retornando ao Brasil, em 2017, chegou ao Sete de Setembro para participar do crescimento do clube no cenário nacional.

FICHA TÉCNICA

Nome: Diogo Viana Matto Grosso
Data de nascimento: 05/10/1991 (25 anos)
Local de nascimento: Salvador/BA
Posição: Latera-direito
Pé preferencial: Direito
Altura: 1,75m
Peso: 72kg

CLUBES (PROFISSIONAL)

2017 | Sete de Setembro/MS
2016 | KS Shkumbini (ALB)
2016 | Luverdense/MT
2015 | Marau/RS
2015 | Nova Prata/RS
2014 | Juventus/SC
2014 | Canoas/RS
2013 | Misto/MS
2012 | Mato Grosso/MT
2011 | Aimoré/RS
2011 | Pelotas/RS
2009 | Piauí/PI

CLUBES (BASE)

2010 | Ponte Preta/SP
2010 | Internacional/RS
2008 – 2007 | Ipatinga/MG
2006 – 2005 | Fluminense/RJ

Noticias Relacionadas